Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Voos

A vida também acontece entre voos, entre momentos, entre o ontem e o amanhã. "Entre Voos" é um espaço de sentimentos feitos palavras, onde se espera pela vida como por um voo na sala de um qualquer aeroporto...

Entre Voos

A vida também acontece entre voos, entre momentos, entre o ontem e o amanhã. "Entre Voos" é um espaço de sentimentos feitos palavras, onde se espera pela vida como por um voo na sala de um qualquer aeroporto...

Esta noite vou ficar por aqui contigo, se não te importares, pode ser?

por Entre Voos, em 17.10.15

 

 

02:46 AM. A noite há muito que aqui chegou e impiedosamente se instalou nos gestos com que lentamente construo o meu tempo. À varanda, chegam-me ecos como imagens desgarradas de um filme sem sentido, fotografias arrastadas pela brisa fresca que se faz sentir e que pinta traços imprecisos de outras vidas. Ao longe, a espaços, o som de carros tardios interrompe por momentos o cricrilar que reina nesta zona da cidade.

 

Risos perdidos por entre os caminhos de uma madrugada de sábado, ébrios, lembram-me que a noite também pode ser dia, luz e calor. Por entre baforadas do cigarro que seguro entre dois dedos da mão direita, imagino as vidas anónimas arrendatárias dessas alegrias instantâneas, simples, eficazes, ruidosas, e aconchego o casaco sem conseguir decidir se o faço pelo frio que sinto na pele ou na alma...

 

O corpo pede para me render ao conforto da sala, mas prefiro o frio que me mantém acordado. Não tenho planos que ultrapassem o simples desejo de estar aqui nos próximos minutos, a desfrutar desta noite fria, preenchendo o tempo com um cigarro e um James Martin’s sem gelo. A noite reclama para si as sombras do dia e a dos nossos espaços interiores, mas de mim nada mais recebe do que a satisfação que sinto por aqui estar, tranquilo, presente.

 

Deixo-me invadir pela paz obscura que acalma as almas inquietas enquanto o pensamento divaga, e imagino a tua enorme gargalhada, paternalmente trocista, agora que estás sentado aí “em cima”, conhecedor do passado e do futuro destes ensimesmados mortais. É assim, noite dentro, que nos sinto mais próximos, sabes?… Esta noite vou ficar por aqui contigo, se não te importares, a contar-te os meus planos, a partilhar os meus pensamentos, para nos rirmos juntos, pode ser?...

 

 

Licença Creative Commons

Direitos

Licença Creative Commons
Os textos de Entre Voos disponíveis em http://entrevoos.blogs.sapo.pt/ estão disponíveis com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Favoritos